Planejamento Previdenciário: Como Receber a Melhor Aposentadoria

Já imaginou poder dormir tranquilo(a) sabendo que está no caminho para receber a melhor aposentadoria? Isso é possível fazendo um planejamento previdenciário!

Alguns imaginam que basta ir ao INSS fazer o pedido e pronto: estará aposentado.

O que não é de todo mentira… Você realmente pode ir à agência do INSS – ou acessar o site -, fazer o requerimento e o benefício ser concedido.

Mas será que essa é a melhor forma? Será que todas os seus vínculos de trabalho e todas as suas contribuições foram verificadas pelo INSS? Será que você contribuiu corretamente? Será que você fez o requerimento no momento ideal? Será que você receberá o maior valor a que tem direito? Será que você escolheu a melhor regra? Você escolheu alguma regra?!

Esses são só alguns dos questionamentos que você deve responder com SIM. E você ainda deve considerar a enorme possibilidade de a aposentadoria ser negada!

Além disso, a tão recente Reforma da Previdência mudou consideravelmente o quadro de quase todos os segurados.

Você sabe em qual(is) regra(s) se encaixa? Sabe calcular qual delas é a melhor para o seu caso? Sabe em quanto tempo poderá se aposentar e quanto, em média, receberá?

É a partir desse cenário e visando responder a esses questionamentos que surge a grande necessidade de se fazer um Planejamento Previdenciário.

Mas o que é Planejamento Previdenciário?

Planejamento Previdenciário é uma técnica de projeção e simulação que analisa todas as suas possibilidades de aposentadoria, com o objetivo principal de identificar qual o melhor benefício possível e qual o caminho para chegar até ele, te dando a segurança de programar sua aposentadoria e seu futuro.

O Planejamento é feito a partir de um estudo aprofundado de todo o histórico laboral do trabalhador, envolvendo aspectos como: idade, sexo, vínculos de trabalho, tempo de contribuição e de atividade, valor de todas as contribuições e a correção monetária destes, tipos de atividades exercidas, compatibilidade de informações entre as bases de dados do INSS, além da legislação aplicável e da elaboração de cálculos matemáticos diversos.

Portanto, o Planejamento é um mapa com todas as informações necessárias para se chegar ao destino final: A Melhor Aposentadoria Possível!

Dessa forma, o Planejamento Previdenciário é um instrumento indispensável para aqueles que desejam um futuro com mais tranquilidade e segurança.

Poucas pessoas e poucos profissionais se preocupam em fazer um planejamento prévio, pois apenas buscam resolver problemas em vez de evitá-los.

Evitar problemas é a melhor forma de economia: seja de tempo, de dinheiro ou de dores de cabeça. E, para isso, é preciso planejar!

Portanto, o planejamento possibilita aumentar o valor da sua aposentadoria, economizar tempo, dinheiro e evitar dores de cabeça!

Veja alguns exemplos de casos reais:

Caso Trabalhador 01:

Aposentadoria Especial – Motorista:
Regra Aposentadoria Especial Antes da Reforma: ele receberia R$ 2.606,63;
Regra Pós-Reforma da Previdência: Ele receberia R$1.919,74.

O que podemos concluir desse caso?

O trabalhador já poderia ter aposentado desde novembro de 2019 (data da entrada em vigor da Reforma da Previdência) ganhando R$ 2.606,63. Mas continuou trabalhando até 2020, fazendo contribuições desnecessárias. Caso ele resolva aposentar apenas fazendo o requerimento ao INSS, sem planejar ou sem a orientação adequada, ele poderá receber apenas R$ 1.919,74, quase R$700,00 a menos do que ele efetivamente JÁ tem direito! Isso sem contar os valores de contribuições pagas.

Caso Trabalhadora 02:

Contribuinte Individual – Aposentadoria Por Idade
Mulher, 56 anos, 13 anos de contribuição sobre o salário mínimo.
Regra Anterior: Não tem direito adquirido, pois não tem a idade mínima de 60 anos.
Regra Nova: Poderá se aposentar por idade em 06 anos, ao completar 62 anos e receberá 1 salário-mínimo.

E desse caso, o que podemos concluir?

Por já contar com 13 anos de contribuição, ela poderá parar de contribuir mensalmente em 02 anos, quando completa os 15 anos de contribuição, fazendo apenas 1 contribuição anual até completar 62 anos de idade, para não perder a qualidade de segurado e se proteger para caso de doença ou morte. Assim, ela estará economizando o valor de 11 contribuições anuais por 04 anos, o que pode representar uma economia de R$10.000,00 em média (considerando 11 contribuições de 20% sobre o salário mínimo por 04 anos).

Imagine essa situação para quem faz contribuições sobre valores bem maiores que o salário-mínimo…

Em resumo, o Planejamento Previdenciário te permite:

  1. Saber quanto tempo falta para se aposentar;
  2. Mensurar e/ou programar qual o valor você receberá;
  3. Economizar em contribuições desnecessárias;
  4. Direcionar ações que proporcionem melhores condições de aposentadoria;
  5. Aumentar ou reduzir o valor e quantidade das contribuições para conseguir uma aposentadoria melhor;
  6. Identificar e sanar possíveis falhas existentes no seu histórico/cadastro de informações;
  7. Ter mais segurança e tranquilidade quanto ao seu futuro;
  8. E muito mais!

Conhecer seus direitos e contar com profissionais especializados na área faz toda a diferença!

Clique aqui para começar a planejar um futuro mais seguro!

Clique aqui para Calcular o seu Tempo de Contribuição online e gratuitamente

Se você gostou deste conteúdo ou se ele te ajudou de alguma forma, compartilhe com seus amigos e familiares!

Siga-me nas redes sociais para acompanhar mais conteúdos como este! Os links estão no rodapé da página.

Este conteúdo é meramente informativo.

Foto de Lukas no Pexels

Este post tem 2 comentários

Deixe um comentário