Valores de Contribuição e Benefícios do INSS em 2021

Ano novo, tabelas novas, valores novos!

Foi publicada hoje (12.01.2021) as novas tabelas dos valores do INSS, com os tetos mínimo e máximo, faixas de contribuição e percentual de reajustes dos benefícios.

Primeiro, vamos aos novos valores mínimos e máximos de contribuição, os chamados tetos.

Teto Mínimo

O teto mínimo do INSS é sempre o salário-mínimo, que em 2021 passa a ser R$1.100,00 (mil e cem reais).

Depois da Reforma da Previdência, mesmo os empregados e trabalhadores avulsos não podem mais contribuir com menos de um salário-mínimo.

Caso você tenha trabalhado o mês todo e, mesmo assim, recebido menos que R$1.100,00 (em 2021), esse mês não será contado para a sua aposentadoria, pensão ou auxílio. Absurdo, não é?!

Para que esse mês de contribuição seja válido, você vai precisar complementá-lo, ou seja, pagar a diferença para alcançar o mínimo.

Ainda, é possível “agrupar contribuições” que nada mais é que pegar o valor excedente de um mês e passar para outro mês que ficou em baixa.

Mas, atenção, esse agrupamento só pode ser feito com contribuições do mesmo ano!

Para Contribuintes Individuais e Facultativos já não era permitida a contribuição com menos de um salário-mínimo, e essa regra segue até hoje.

Teto Máximo

Ainda temos o valor máximo permitido de contribuição ao INSS, que esse ano é de R$6.433,57 (seis mil quatrocentos e trinta e três reais e cinquenta e sete centavos).

Caso você tenha recebido mais do que o teto (R$6.433,57), você não poderá pagar acima. Caso pague, poderá pedir a restituição do excendente.

O teto máximo de contribuição é usado de parâmetro para o valor máximo de pagamento de benefícios.

Ou seja, em 2021, o maior valor pago pelo INSS a título de benefício vai ser de R$6.433,57.

Tabelas

Agora vamos às tabelas com os valores de contribuição:

Para Empregados, Domésticos e Trabalhadores Avulsos:

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)ALÍQUOTA PROGRESSIVA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS
até 1.100,007,5%
de 1.100,01 até 2.203,489%
de 2.203,49 até 3.305,2212 %
de 3.305,23 até 6.433,5714%
Tabela de contribuição INSS 2021

ATENÇÃO: O trabalhador avulso não é o mesmo que autônomo/contribuinte individual!

Tabela de Contribuição do Contribuinte Individual e Facultativo:

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)ALÍQUOTA FIXA
Mínimo de R$ 1.100,0020%
Máximo de R$ 6.433,5720%
Tabela de contribuição INSS 2021 Contribuinte individual e facultativo

Tabela de Contribuição do Contribuinte Individual e Facultativo no Plano Simplificado

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)ALÍQUOTA FIXA
Exatamente R$ 1.100,0011%
Tabela de contribuição INSS 2021 Contribuinte individual e facultativo

No Plano Simplificado, o Contribuinte Individual e Facultativo podem pagar 11% do salário-mínimo, mas não terão direito a aposentadorias por tempo de contribuição (só por idade) e nem a Certidão de Tempo de Contribuição.

Leia mais aqui.

Reajuste dos Benefícios

Todos os anos os valores dos benefícios são atualizados, mas infelizmente não seguem o percentual do salário-mínimo.

Isso faz com que, muitas vezes, o benefício perca valor real em comparação com o salário-mínimo.

Por isso, muitas pessoas aposentam recebendo 3 ou 4 salários mínimos, mas, com o passar do tempo ficam recebendo apenas 1 ou 2 salários.

Os benefícios previdenciários são reajustados pelo INPC.

Veja a tabela de reajustamento para 2021:

DATA DE INÍCIO DO BENEFÍCIOREAJUSTE (%)
Até janeiro de 20205,45%
em fevereiro de 20205,25%
em março de 20205,07%
em abril de 20204,88%
em maio de 20205,12%
em junho de 20205,39%
em julho de 20205,07%
em agosto de 20204,61%
em setembro de 20204,23%
em outubro de 20203,34%
em novembro de 20202,42%
em dezembro de 20201,46%
Tabela de reajuste do valor dos benefícios INSS 2021

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário ou me siga no Instagram e Facebook e me envie uma mensagem!

Compartilhe esse post com seus amgios e familiares!

Deixe uma resposta